Como identificar meu ministério?




Como identificar meu ministério? 

Nenhum ser humano nasceu sem um propósito. Por mais complexa ou inusitada maneira, todos foram gerados pela permissão de um Deus profundamente estratégico, específico e amoroso (Gl 1.15).

Dentro do bojo propósito, encontramos múltiplas faces, e uma delas é a chamada ministerial. Ainda que muitos recusem ou fujam da chamada de Deus para sua vida, temos base suficiente nos textos sagrados para afirmar que fomos separados para uma missão singular de Deus na terra. Entendemos assim, que ser chamado é ser nomeado, convocado, designado ou escolhido para uma obra em especial (Rm 1.1; Jo 15.16). Ainda que você nunca seja um pastor, dirigente de uma igreja ou um missionário, você foi chamado para ser testemunha (Atos 1.8). Mediante esta responsabilidade bíblica, somos indesculpáveis diante de Deus.

Todavia, ainda que entendamos que todos nós possuímos uma chamada distinta, devemos observar que nem todos desenvolvem sua chamada (Mt 22.14), pois, muitos são chamados mas nem todos alistados para o trabalho do reino, por diversos fatores pessoais e circunstanciais. Mas a pergunta primeira que surge é: Para que eu fui chamado? – Como saber para que Deus me chamou? - para tentar elucidar estas questões vejamos os tópicos seguintes:

Faça uma autoanálise e descubra seus maiores talentos. Nossos talentos nascem conosco e são revelados de forma natural, diante das demandas da vida. Todas as vezes que estamos diante de um desafio e agimos acima da média, isso revela um talento intrínseco. Os talentos recebidos de Deus apontam para uma direção, e a leitura desta direção nos leva a entender melhor nossa chamada, como identificar meu ministério. 

Observe o que mais você ama. A nossa chamada estará sempre ligada ao que mais amamos. Quando fazemos o que amamos não vemos dificuldades, não nos cansamos, não reclamamos. Pelo contrário, somo revigorados, animados e abastecidos por um vigor sobrenatural de Deus em nós. Aquilo que mais amamos, revela mais um sinal de nossa chamada.

Observe o que mais lhe incomoda. Tudo que nos incomoda, tudo que nos causa compaixão, tudo que mexe de forma profunda com nossas estruturas revela o chamado de Deus em nossa vida. Paulo chorou diante da situação do povo em perdição. Jesus se comoveu vendo o povo perdido. Sempre que algo incomodar você, tirar seu sono, impactar sua vida, preste mais atenção. Seu chamada sempre estará ligado a algo que te leva a sair do conforto.

Veja o retorno das pessoas com relação ao seu trabalho. Não devemos viver buscando aprovação das pessoas, nem dependendo de elogios, mas o próprio Jesus perguntou o que o povo dizia sobre ele. Quando você está caminhando na direção de Deus, cumprindo com seu chamado, a Igreja do Senhor lhe dará um retorno positivo. No livro de Atos nos revela que os discípulos tinham bom testemunho para com os crestes e não crentes. Sempre avalie o termômetro chamado Igreja. Ela possui o entendimento de Cristo, e lhe será um espelho.

Obedeça a direção de seu Líder. Uma das formas que Deus usa para nos colocar no centro de sua vontade é a ferramenta chamada líder espiritual. Seu pastor ou líder podem ser usados para lhe aproximar de seu chamado, ainda que num primeiro momento pareça o contrário. Paulo num certo momento de seu ministério disse que não queria Marcos junto a ele. Para Marcos no momento foi ruim, mas no futuro foi bom, tanto que foi companheiro de Paulo e realizou grande obra. Ouça a voz do seu líder, obedeça suas orientações e seja submisso, este é o caminho do triunfo e da direção de nossa chamada.

Busque convicção de sua chamada e seja determinado. A carreira cristã é composta de montanhas e vales. Em certos momentos da caminhada enfrentaremos oposições, resistências e obstáculos, e nestes períodos, só permaneceremos firmes se tivermos convicção. A convicção é a certeza ou opinião firme de um indivíduo sobre algo em que acredita. E só mediante a convicção poderemos ter determinação para um bom propósito.

Esteja em comunhão com Deus. Não existe maneira melhor de entender a direção de Deus, do que andar com Deus. Manter uma disciplina na vida cristã é fundamental para o exercício de uma chamada. Samuel fora um jovem que mantinha cuidado com sua vida espiritual e ouviu a voz de Deus dando-lhe direção. Vários profetas do antigo Testamento ouviram a voz de Deus, e assim, receberam de Deus direção. Deus pode usar quem ele quiser para falar com você, mas deseja ter intimidade e revelar-se, pessoalmente ao seu coração.

Esperamos que sua vida esteja no centro da vontade de Deus, e em pleno exercício de sua chamada, alegrando o coração de Senhor e realizando uma grande obra para o Reino. Que este breve esboço tenha lhe ajudado a como identificar seu ministério. 


Fonte: Ivan Tadeu

Marcadores: sermões e pregaçõessermões estudos bíblicossermãosermões prontos para pregaçãosermões esboços, sermões esboços pregações


COMPARTILHAR
Anterior
Proxima